Seja bem-vindo ao Elizabeth Olsen Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz Elizabeth Olsen, mais conhecida por sua atuação em Os Vingadores. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu abaixo e divirta-se com todo o nosso conteúdo. Esperamos que goste e volte sempre!
últimos álbuns da galeria de fotos. confira!

postado por EOBR e categorizado como Entrevistas
01.11.2019

Elizabeth Olsen recentemente concedeu uma entrevista e ensaio fotográfico para a revista InStyle, realizada por Samantha Sutton e Emma Anderson, respectivamente. Na entrevista, a atriz falou sobre a diferença entre a 1.ª e 2.ª temporada de Sorry For Your Loss, ser produtora executiva da série, moda e como foi completar 30 anos e muito mais. Confira abaixo a entrevista traduzida e as fotos da sessão fotográfica:

Aos 30 anos, ela é produtora executiva e estrela uma série emocionalmente intensa, enquanto filma um novo projeto secreto — e ela acredita que não será fácil.

“Droga!” Elizabeth Olsen diz suspirando — de jeito ‘esta-é-a-única-coisa-que-preciso-hoje’ bem exasperado — do outro lado da nossa ligação. Ela tem apenas 27 minutos para fazer essa entrevista durante o intervalo, ela explica, e sua garrafa de água acaba de rolar sob um carro. Agora, ela está tentando pegá-la.

O tempo está passando — descendo para 26 minutos, depois para 25 — mas não estou preocupada. É um momento identificável. No set da sessão fotográfica da InStyle, ela me lembrou um pouco daquela garota do ensino médio — aquela popular, mas ainda assim amiga de fotos. Por um momento, você consegue esquecer que a atriz é relacionada às gêmeas mega-famosas, protagoniza filmes da Marvel (e WandaVision), ou é produtora executiva de sua série do Facebook Watch, Sorry For Your Loss, na qual ela também protagoniza.

Esse último crédito é o motivo pelo qual estamos conversando. Recentemente, passei horas chorando no meu telefone enquanto assistia quase duas temporadas de Olsen como Leigh, uma jovem que experiencia vários estágios de luto após a morte de seu marido. Não é exatamente uma série alegre, mas há alguns momentos engraçados e complicados (e altamente intrigantes) histórias de amor.

“Nós queríamos focar nos mínimos dos momentos na primeira temporada,” explica Olsen, me fazendo lembrar de como a Leigh sofreu para voltar ao trabalho ou comemorar seu aniversário. “Mas na segunda temporada, nós queríamos que a Leigh começasse em um lugar diferente. O que eu realmente queria trabalhar com Kit [Steinkellner, escritora e criadora da série], era esse sentimento de impulso e propulsão. Tentamos correr riscos maiores e cometer erros maiores.”

Como uma pessoa que está totalmente envolvida na série — que atualmente está na segunda temporada; um novo episódio é lançado toda terça-feira — eu posso dizer com confiança que há muitos momentos dignos de suspiro. Riscos e erros, especialmente no final da Leigh, são abundantes.

O que não foi um erro, no entanto, foi ter Olsen trabalhando atrás das câmeras na série, não apenas na frente. Durante nossa ligação, ela fala longamente sobre a experiência — o quanto gosta de fazer parte do processo criativo, do primeiro rascunho ao corte final; como ela finalmente está confiante o suficiente para dar opiniões sinceras; como ela se sente agregando valor. As pessoas provavelmente pensarão que é chato, ela me diz, mas é bom ouvir quão dedicada e apaixonada ela é.

“É cansativo e você não tem folga nos fins de semana”, acrescenta a atriz, revisando sua agenda, que dura 10 meses (em oposição aos quatro necessários para filmar). “Não é apenas memorizar frases ou fazer estudo do personagem. Você está tentando garantir que certas coisas sejam boas para três episódios a partir de agora, ou que os rascunhos e edições pareçam bons. É uma experiência muito mais movimentada do que apenas ser atror, mas é realmente gratificante.”

Ainda assim, Olsen ama seu trabalho, ela não é do tipo que passa horas em frente à TV.

“Eu assisto muitos esportes, porque é outono e sempre está passando esportes na TV,” diz Olsen, me chocando depois que pergunto o que ela gosta. Ainda assim, Olsen desfruta uma boa maratona. “Eu estive assistindo Família Soprano, mas tive que fazer uma pausa porque estava me dando pesadelos. E eu devorei Killing Eve e Fleabag. Amei Game of Thrones e estou triste por ter acabado.”

Ela então pergunta se eu já ouvi falar sobre Riverdale (sim, já ouvi falar) revelando que, de alguma forma, ela acabou de descobrir que a série existe.

“Eu nunca assisti, só sei que existe. E, aparentemente, é bem popular.”

Obviamente, qualquer conversa com Olsen deve incluir algo sobre moda. A atriz descreve seu estilo cotidiano como masculino e tamanho grande.

“Os vestidos fazem eu me sentir um pouco engraçada. Estou tentando ficar mais confiante com meu lado feminino,” ela me conta. “Eu prefiro que tudo seja fácil e confortável. Nada exigente. Eu não gosto de usar roupas apropriadas ao meu corpo.”

A roupa que ela está usando durante a nossa ligação — calça de algodão preta larga, um blusa preta com botões pretos e sapatilhas” — é o que ela considera seu look dos sonhos.

“Me sinto muito confortável, mas não pareço desleixada. Parece que tenho um ponto de vista e uma opinião.”

Com apenas alguns minutos restantes para nossa entrevista, pergunto a Olsen, que completou 30 anos este ano, o que ela aprendeu à medida que envelhecia.

“Eu acredito que estava sempre tentando me distrair de ficar quieta,” ela diz, refletindo sobre seus anos mais jovem. “Sinto que me importei com o auto-aperfeiçoamento no ensino médio e, na faculdade, eu estava tentando conseguir muitas coisas e não estando tão presente quanto eu acho que poderia estar.”

Nessa nota irônica, nosso tempo de entrevista acabou. Olsen tem que voltar correndo para filmar… algo. Infelizmente, ela não pode dizer o que é.

“Sinto muito por ter xingado tanto no começo da nossa entrevista,” ela deixa escapar minutos antes de desligar, explicando toda a situação da garrafa de água novamente. Eu digo a ela para não se preocupar — já aconteceu com todos nós — e espero que o dia dela fique menos ocupado.

“Acho que não ficará menos ocupado”, diz Elizabeth rindo. “Mas está tudo bem.”

Fonte: InStyle Magazine.

Tradução e adaptação: Elizabeth Olsen Brasil.

relacionado
15.11.2019
relacionado
15.11.2019
relacionado
23.10.2019
relacionado
13.10.2019
comente a postagem!